Pular para o conteúdo principal

Sesc Palladium promove edição especial do Digas! Poesia Falada com o espetáculo “Garganta ao Vivo"

Poetas de Garganta. Foto de Bernardo Pauleira 

Espetáculo inédito se originou do LP de poesia falada “Garganta”, que reúne poemas de 20 celebrados autores contemporâneos. Com entrada gratuita, a apresentação poderá ser conferida no dia 19 de abril, às 20h. 

No próximo dia 19 de abril, quarta-feira, o Sesc Palladium promove uma edição especial do seu projeto Digas! Poesia Falada, com o espetáculo de poesiaGarganta ao Vivo. A montagem se originou do LP “Garganta”, documento sonoro em vinil que apresenta uma amostra da poesia contemporânea brasileira, reunindo trabalhos de alguns dos principais autores surgidos nos últimos 20 anos. Inédito e sem previsão de reapresentações, o espetáculo poderá ser conferido às 20h, no Grande Teatro do Sesc Palladium. Entrada gratuita, com retirada de ingresso 2h antes da sessão.

Em 2016, um grupo de poetas brasileiros se uniu para prensar um disco de vinil com poesia falada, buscando reavivar a tradição de LPs de poesia brasileira. O disco, denominado Garganta, lançado numa parceria da Embolacha com a Azougue Editorial, é o registro coletivo de uma amostra da poesia contemporânea brasileira, um retrato possível de alguma poesia falada por poetas atuantes hoje, no Brasil, contando com alguns dos principais nomes de autores surgidos nas duas últimas décadas: Alice Sant’Anna, Amora Pêra, Ana Martins Marques, André Dahmer, Angélica Freitas, Beatriz Azevedo, Bruna Beber, Domingos Guimaraens, Fabiano Calixto, Fabrício Corsaletti, Gregório Duvivier, Laura Liuzzi, Marcelo Montenegro, Mariano Marovatto, Omar Salomão, Pedro Lago, Pedro Rocha, Sergio Cohn, Thiago E. e Vitor Paiva. Registrado também em formato de livro, o Garganta sobe agora aos palcos em uma inédita iniciativa.

Garganta ao Vivo é um espetáculo de poesia propriamente dita, uma apresentação dos poetas reunidos no LP. O evento permitirá ao público a rara experiência de ver tantos poetas importantes da nova geração interagindo no mesmo palco, lendo não apenas os poemas contidos no disco, mas também outros textos, alguns especiais para a noite. A apresentação contará também com uma intervenção especial do autor e desenhista André Dahmer. O artista fará desenhos ao vivo, que serão projetados no ciclorama. Além disso, Fabrício Corsaletti, LauraLiuzzi e Mariano Marovatto, que não estarão presentes no dia, participarão em formato audiovisual. “A ideia do Garganta é muito próxima a do nosso projeto, Digas! Poesia Falada, que é a apresentação fônica da poesia e a celebração dos poetas que estão em produção. O espetáculo surgiu do convite da materialização do vinil: uma gravação ao vivo com foco na poesia falada, mas ressaltando a interface artística com outras artes.”, destaca Lídia Mendes, responsável pela programação literária do Sesc Palladium.

Para o articulador do Garganta, Sergio Cohn, o espetáculo é muito diferente das apresentações e eventos de poesia que acontecem normalmente: “O Garganta ao Vivo é como uma Big Band de poetas, esse é seu diferencial. Como sabemos, no geral, um sarau pode até ser temático, mas são poetas lendo os textos de forma autônoma, independente. O Garganta ao Vivo propõe uma construção de diálogo entre os textos, uma construção temática, rítmica e de atração. O espetáculo é sim um grupo de poetas, mas um grupo amparado em um diálogo, como se fosse um arranjo de uma  Big Band.”.

No dia do espetáculo, o LP de poesia Garganta poderá ser adquirido em uma condição especial: comprando o disco, a pessoa levará gratuitamente o livro. Na ocasião, as duas obras sairão por R$80,00 (o preço regular no site da editora é de R$150,00).

::SOBRE O DIGAS! POESIA FALADA::
O Digas! Poesia Falada tem como propósito abrir espaço para a poesia falada e novos autores, além de proporcionar ao público em geral a oportunidade de apreciar estes poemas apresentados oralmente e, com isso, desenvolver um público consumidor de poesia, em suas variadas formas e possibilidades. Não se tratam de recitais, pois o projeto pretende oferecer, a cada edição, maneiras informais de envolver o público e apresentar a poesia sem o estereótipo de ser algo ‘para poucos’.

::SERVIÇO::
Digas! Poesia Falada - Garganta ao Vivo
Data: 19/4
Horário: 20h
Local: Grande Teatro do Sesc Palladium (rua Rio de Janeiro, 1046, Centro)
Duração: 90 min.
Classificação: 14 anos
Informações: (31) 3270-8100
Entrada: gratuita, com retirada de ingressos 2h antes 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Exposição Aspectos Urbanos reúne artes visuais de Iara Abreu e poesia de vários poetas em Ouro Preto

Iara Abreu e vários dos poetas participantes são coautores do coletivo Nós da Poesia

Imperfeita Desarmonia de Fernando Antônio Fonseca tem lançamento na próxima Feira de Poesia Especial

Fernando Antônio Fonseca e Scortecci Editora convidam para o Lançamento do livro “Imperfeita Desarmonia”, dia 26/01/2017, às 19:30 hs, no Feira de Poesia Especial. Local: Centro Cultural Padre Eustáquio Rua Jacutinga, 821 (anexo a Feira Coberta) Entrada Franca

Vem aí o Segundo Festival Cultural e Concurso Literário do Sarau da Onça

O II Festival de Arte, Cultura e Concurso Literário Sarau da Onça foi aprovado no edital Setorial de Literatura da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb). “O projeto tem patrocínio do Governo do Estado, através do Fazcultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia”.

O Sarau da Onça divulgará em 10 de janeiro de 2017 um edital que visa selecionar dois poemas de cinquenta autores de Salvador nas categorias: Poesia (quarenta textos de 25 linhas, no máximo) e Conto (dez textos de no máximo 25 linhas) e consequente publicação em 5000 exemplares de uma antologia, sem custo para os participantes, que receberão cinco exemplares cada um, a título de direitos autorais.

Além do concurso literário, serão oferecidas oficinas de teatro, dança, Hip Hop, criação literária, que vão ser ministradas por membros do Sarau da Onça e convidados, com carga horária de quatro horas aos sábados ou domingos, com apresentação de mostras ao final do festival, num grande encontro n…